Perícias constatam incêndio criminoso no Brasil

16 de setembro de 2020 | _

Bombeiros em ação no combate aos incêndios na Fazenda Brasil Fronteira, entre Corumbá e Porto Murtinho. Foto: CBMS

O Pantanal registra uma grande área devastada, com 2,3 milhões de hectares atingidos pela queimada. De acordo com resultados de perícia em cinco áreas da região do Pantanal, ao sul do estado, divulgada pelo governo do Mato Grosso em nota, há danos provocados pela ação humana de forma intencional.

Documentos e celulares de fazendeiros do Mato Grosso do Sul foram apreendidos pela Operação Matáá, da Polícia Federal, deflagrada na segunda-feira, 14. O objetivo é investigar as queimadas que estão consumindo o Pantanal, maior bioma úmido do mundo. Os investigadores veem indícios de queimadas deliberadas para criação de área de pasto onde antes era mata nativa.