Bolsonaro diz que barrou versão do Renda Brasil porque prejudicaria pobres

26 de agosto de 2020 | _

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta (26) que barrou uma versão do projeto de renda mínima, chamado de Renda Brasil, porque ela prejudicaria a população de baixa renda. A ideia apresentada pela equipe econômica seria enviada ao Congresso, mas o presidente disse que não deixou porque ela tiraria recursos de pessoas pobres para dar a outras mais pobres ainda.

“A proposta que a equipe econômica apareceu para mim não será enviada ao Parlamento, não posso tirar de pobres para dar paupérrimos”, declarou em discurso no religamento do alto-forno 1 da Usina de Ipatinga, da Usiminas, em Minas Gerais.

O chefe de Estado disse ainda que esse programa, que deveria ter sido apresentado nesta 3ª feira (25.ago), está “suspenso”. Segundo Bolsonaro, depois de não gostar da 1ª proposta, o governo irá “voltar a conversar”.

O anúncio deveria incluir anúncio detalhes do Renda Brasil, que pretende absorver o Bolsa Família e outros programas já existentes. O valor médio do benefício deverá passar dos atuais R$ 190 para algo de R$ 250 a R$ 300.