Novo ministro do MEC e Guedes entram em campo para negociar Fundeb com Congresso

16 de julho de 2020 | _

Antes mesmo de tomar posse, o novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, já entrou em campo para negociar com o Congresso o texto da Proposta de Emenda à Constituição que prorroga a vigência do Fundeb, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica. 

Na tarde desta quarta (15), Ribeiro participou de uma reunião com deputados para debater o assunto. O encontro, fora da agenda, aconteceu no Palácio do Planalto e teve as presenças dos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

Hoje, a União complementa ao Fundeb 10% do total de contribuições vindas de estados e municípios. Em seu texto, a relatora da PEC na Câmara, Dorinha Seabra (DEM-TO), dobra esse porcentual gradativamente para 20% até 2026, sendo de 15% já em 2021. 

O governo quer manter a participação da União em 10%. Segundo a coluna apurou, os ministros e os parlamentares não chegaram a um acordo na reunião desta quarta-feira e devem voltar a conversar nos próximos dias sobre o texto da PEC.