Macau: prefeito Tulio Lemos promete pagar nesta quarta, 10 vencimentos de aposentados e pensionistas

9 de junho de 2020 | _
O mundo vive momentos tenebrosos e as populações menos assistidas tem sido mais uma vez a mais castigada, nestes tempos de pandemia e se não tem sido fácil para alguns, agora imagine-se na pele de quem não tem nem pro gás, para água, luz e para seu alimento diário. Assim muitos tem vivido na cidade de Macau, 2º relatos de familiares nas redes sociais e dos próprios aposentados inativos da Prefeitura de Macau, que vem amargando por meses salários em atrasos. Pagar os salários em dia é dever elementar de qualquer administrador público. Não acredito sinceramente que a falta de pagamento de salário seja proposital, ceio que tenha sido uma decorrência, 1º da falta de planejamento e 2º da queda acentuada na arrecadação. Mesmo assim, isso não isenta o gestor da responsabilidade.

O atraso nos salários somente agrava ainda mais a crise, gerando o aprofundamento da propagada “crise econômica”, utilizada como justificativa para o atraso, uma vez que o servidor público, sem remuneração, também acaba por atrasar o pagamento de suas contas de água, luz, telefonia, aluguel, financiamentos, deixando de consumir, o que diminui a arrecadação, assim entrando menos divisas nos cofres públicos. Bom que saibam que o sistema é uma roda.

Enfim, recebo hoje release da assessoria do prefeito Tulio Lemos, prometendo para amanhã, quarta (9) o pagamento de vencimentos dos aposentados e pensionistas de municipais. 

Hoje, 9, ao receber a primeira parcela da ajuda financeira do governo federal, o prefeito Túlio Lemos anunciou que estará pagando os proventos de aposentados e pensionistas referente ao mês de Abril, a partir de amanhã.

O prefeito Tulio Lemos além de pagar o mês de abril nesta quarta, também promete  para o 13 de julho, quando recebe a 2ª parcela da ajuda federal e mais o 1% que também vem do governo federal, quitar o débito com os aposentados, pagando os meses de Maio e Junho.

No release nota-se que a gestão culpa parte do atraso de salários dos aposentados a gestores da MACAUPREV, criada no final dos anos 1990, e que deveria ser superavitária, mas no entanto trabalha no vermelho e 2º as informações dão conta de que a gestão Tulio Lemos recebeu a MacauPrev com o cofre zerado, além de 2 meses de salários em atraso. 

Com a MACAUPREV superior a 900 mil reais e a gestão municipal ainda repassa a parte patronal para  complementar a folha de pagamento dos aposentados com cerca de 300 mil reais mensalmente.