Bolsonaro poderá depor sobre tentativa de interferir na PF

23 de junho de 2020 | _
O pedido para colher o depoimento do presidente foi feito pela Polícia Federal, onde as investigações estão em estágio avançado. O ministro do STF Celso de Mello, já disse que autoridades investigadas não têm direito a depoimento por escrito.

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), considera a possibilidade de intimar o presidente Jair Bolsonaro a depor pessoalmente no inquérito que apura a denúncia de que ele tentou interferir na Polícia Federal para proteger familiares e amigos seus. A acusação foi feita pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro no mesmo dia em que saiu do governo.

O pedido para convocar o presidente partiu da delegada da Polícia Federal Christiane Correa Machado.