A curva não desce ainda é crescente no Brasil

29 de junho de 2020 | _
O tempo vai passando e os governos continuam com seus mi mi mis, do "abre e fecha" o comércio, sendo que apenas os grandes shoppings e magazines estão fechados, os demais pontos de trabalho encontram-se abertos, e pra isso não precisa ir muito longe pra ver. É fato o descaso com as milhares de mortes e milhões de reais indo sabe-se lá pra onde, igual aos R$ 5 milhões perdidos em compra de respiradores pelo governo do RN, que nunca apareceu.

No Brasil os números de casos já alcança quase os 10 milhões, perspectiva para a próxima semana, sendo que somam-um milhão de novos contaminados por semana.

Se olharmos os dados mundiais pensando os dados totais desde o início da pandemia, o Brasil aparece em segundo lugar no número de mortes e de casos. Dados oficiais da UE apontam que o Brasil nos últimos 30 dias liderou o registro de novos casos (863 mil novos casos), sendo que também é líder no número de mortes no mesmo período, 30,6 mil mortos.

Mais de 30 mil mortes em um mês e Bolsonaro e os governos agem como se estivéssemos voltando a uma suposta “normalidade”.