Ministro da Saúde da Alemanha quer condicionar "passaporte de imunidade" à entrada de estrangeiros no país

14 de maio de 2020 | _
O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, reforçou que considera necessário adotar um certificado de imunidade ao novo coronavírus. No entanto, o plano foi postergado, por ora, devido à resistência do Partido Social-Democrata (SPD), que integra a coalizão governamental ao lado da União Democrata Cristã (CDU), o partido de Spahn e da chanceler federal Angela Merkel.

Isso já existe para outras doenças contagiosas, como a febre amarela