Coronavírus: Sai Mandetta entra o oncologista Teich

16 de abril de 2020 | _
O presidente Jair Bolsonaro comunicou nesta quinta (16) a Luiz Henrique Mandetta (DEM) a sua demissão do cargo de ministro da Saúde, em meio a crise decorrente da pandemia do novo coronavírus.

Mandetta será substituído pelo oncologista Nelson Teich.

Nas últimas semanas, o presidente e o ministro divergiram sobre as medidas no combate à crise. Bolsonaro discorda da política de isolamento defendida por Mandetta, pede que a quarentena seja cumprida apenas por grupos de risco e prega o uso da hidroxicloroquina no tratamento à doença.

O ministro é cético em relação ao medicamento, cuja eficácia ainda não foi cientificamente comprovada e teme a incidência de possíveis efeitos colaterais.

Mandetta disse mais cedo que esperava ser demitido entre hoje e amanhã. Ele perdeu força no cargo nos últimos dias, depois de ter criticado o presidente em uma entrevista à TV Globo no domingo. Na semana passada, após pressão de ministros militares, Bolsonaro manteve o ministro no cargo. A entrevista, no entanto, alterou esse cenário.