Bolsonaro sobre mortes por covid-19: ‘E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?’

29 de abril de 2020 | _
O presidente Jair Bolsonaro se mostrou impaciente nesta terça (28) ao ser questionado sobre o recorde de mortes computadas em 24 horas pelo Ministério da Saúde. A doença já matou 5.017 pessoas no país, número superior ao registrado na China, país que foi epicentro da doença.

“E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Sou Messias, mas não faço milagre”, falou o presidente, acrescentando que não comentaria os número e pedindo que as perguntas fosse feitas ao ministro Nelson Teich (Saúde). Em entrevista concedida no início da noite, Teich respondeu a apenas 4 das 15 perguntas feitas por jornalistas.

O presidente também voltou a declarar que seus exames para o coronavírus deram negativo. Ele criticou a decisão proferida pela Justiça para que o jornal Estadão tenha acesso aos exames. Afirmou que a lei garante anonimato.

“Vocês me viram rastejando aqui, com coriza? Eu não tive [o vírus]“, finalizou. As declarações foram dadas a apoiadores no portão do Palácio da Alvorada.