Prefeito Tulio Lemos poderá ter mandato prorrogado por mais 2 anos

18 de março de 2020 | _
A possibilidade surgiu em debate no Congresso Nacional, desde quando deputados a favor da unificação das eleições discutiam a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 56/19 que prorroga por 2 anos os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores eleitos em 2016, adiando o término para 2023, mesmo ano em que se conclui os mandatos dos governadores, deputados federais e estaduais eleitos em 2018.

Semana passada O desembargador Gláuber Rego já havia se reunido com representantes do Serviço de Atendimento Médico, Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal do RN (Sintrajurn) e da Associação dos Servidores da Justiça Eleitoral do RN (Assejrn) para discutir ações de prevenção de contaminação do novo coronavírus (Covid-19).

E nesta quarta (18), o presidente da corte desembargador Gláuber Rego admitiu a possibilidade de não ter eleições em 2020 em virtude da pandemia do Coronavírus. A medida acrescentaria mais 2 anos de mandato ao prefeito Tulio Lemos, e jogaria 1 balde de água fria nos opositores.