Macau: salinor participa de estratégias preventivas contra o Covid-19 junto à gestão Municipal

21 de março de 2020 | _
A empresa Salinor, que detém a maior área de salina do país, localizada em Macau, comunicou à gestão municipal suas providências de precauções contra o COVID-19, a partir de uma intensa fiscalização nas carretas que chegam ao seu parque salineiro.
Na tarde desta sexta (20), o superintendente da Salinor no Estado, Airton Paulo Torres manteve contato com o prefeito Tulio Lemos e juntamente com um dos proprietários da empresa, Rafael Mandarino, foi feita uma áudio conferência, oportunidade em que foram trocadas informações sobre a pandemia do Coronavírus e as providências que estão sendo tomadas. 

O prefeito Túlio Lemos desmentiu o boato de que havia tomado decisão em proibir a entrada de carretas na cidade, “pois além de causar um prejuízo financeiro imensurável à empresa e ao município, até com possibilidade de desempregar nossos conterrâneos, seria uma medida sem grande resultado. Cabe à gestão medidas eficientes e que contem com a colaboração da população e das empresas“. 

Para o empresário Rafael Mandarino, que também mantém empresas em Mossoró, e no Rio de Janeiro, “em todas as nossas unidades produtivas estamos adotando medidas preventivas contra o Coronavírus. Aí em Macau, a nossa segurança do trabalho tem envolvido profissionais para cuidar dos nossos colaboradores. Quanto aos motoristas de carretas que chegam de vários pontos do país, todos passam por triagem em dois estágios, inclusive se submetem a testes de saúde antes de manter contato direto com os funcionários da empresa e ficam em ficam em local específico sem circulação junto à população ”.

Durante a áudio conferência, a secretária de saúde, Sâmia Morais descreveu os pontos estratégicos da vigilância sanitária em Macau e marcou encontro para a próxima segunda (23), ocasião em que representantes da gestão e da empresa se reunirão para incrementar ações conjuntas contra o COVID-19.