Macau: discurso de vereadora escancara e nivela por baixo sessão onde chama ex-prefeito de ladrão

3 de março de 2020 | _
Na abertura dos trabalhos legislativo macauens e 1 discurso feito na tribuna da Casa, chamou atenção e revela mais 1 vez o nível dos edis e o despreparo escancarado da vereadora Dyana Lira (PHS), atual presidente da câmara.

“Em alto e bom som” como ela mesmo diz, a vereadora chama de Ladrão o ex-prefeito Flavio Verás a quem Dyana na tribuna diz que roubou. Isto só mostra a qualidade dos edis da Casa Legislativa em Macau.

A vereadora defendeu a corrupção o roubo aos cofres públicos desde que o larápio tenha feito algo na cidade. Se fizer pode roubar. Durante o recesso parlamentar a câmara sob a direção da vereadora adquiriu as cadeiras do plenário substituindo as antigas e realizou reforma no prédio do legislativo.

A presidente da câmara ainda defende veemente que político tem que ser ladrão quando afirma “ é melhor o prefeito roubar e fazer obras do que ser honesto e não fazer...”

No Dyana, ela afirma que não gosta do prefeito Tulio Lemos porque ele é honesto e gosta de Flavio e o respeita porque ele roubou.

“Vou dizer em alto e bom som para quem goste ou não goste, o prefeito Flávio Veras foi condenado pelos erros, mas tem meu respeito, porque roubava mas fazia, hoje não tem roubo e não tem obras, cade as obras, não tem dinheiro, Lula também tem meu respeito, é velha a historia, roubou-me mas fez...”

O blog se solidariza com o ex-prefeito Flavio Verás, que embora tenha cometido delitos contra a coisa pública, possui certamente muitos outros adjetivos que o qualifique como homem, ser humano e gestor para que alguém possa se espelhar e admirá-lo.

Se transformar as sessões em 1 filme, pode ser chamado de “Sucupira do Sal”.

Só pra motivo de ilustração: a vereadora admira tanto o ex-prefeito pelos seus feitos - dito por ela mesma, que o que se comenta nos bastidores e fora dele é seu desejo de ser candidata à vice em chapa encabeçada pelo ex-prefeito.