Macau: Através de videoconferência prefeito discute medidas para coibir o Covid-19 com vice-prefeito, secretários e vereadores

24 de março de 2020 | _
A Prefeitura de Macau discutiu estratégias para combate ao Covid-19, ontem, segunda (23) o prefeito Túlio Lemos, participou de uma tele-conferência com os 13 vereadores do município, vice-prefeito Rodrigo Aladim, secretários municipais de saúde, educação, assistência social e infraestrutura. A ideia da reunião era discutir como cada poder pode contribuir para o enfrentamento à crise de saúde.

O prefeito Tulio Lemos expôs ao legislativo as ações de enfrentamento ao novo coronavírus e como a prefeitura tem atuado de forma rápida com medidas para mitigar o contágio entre os macauenses.

Medidas

  • Criação do comitê de enfrentamento; 
  • Suspensão de “eventos em massa”; 
  • Suspensão de férias e licenças dos profissionais de saúde;
  • Suspensão das atividades escolares públicas e/ou privadas; 
  • Busca ativa e monitoramento de todos os idosos, portadores de doenças crônicas e demais grupos de riscos; 
  • Aquisição de EPIS em maior proporção; 
  • Capacitação para os profissionais; 
  • Instituiu canal de comunicação de acesso a toda população; 
  • Receitas de controle especial com prazo de 90 dias; 
  • Assegurar o transporte adequado e seguro dos casos suspeitos; 
  • Divulgar informações sobre prevenção e controle da doença; 
  • Capacitação de profissional para coleta de exame; 
  • Disponibilização de kits para coleta; 
  • Disponibilização de veículo 24h para vigilância de casos; Monitoramento de casos suspeito diariamente.
Além dessas ações que começaram na semana passada, a prefeitura também iniciou o planejamento de novas ações que transcorrerão ao longo da semana:

Ações a partir desta terça, 24
  • Suspensão das atividades do mercado público e feira livre; 
  • Idosos vacina contra gripe em casa; 
  • Abastecimento da rede com insumos e medicamentos; 
  • Redução do fluxo de transporte de pacientes para capital; 
  • Definição de protocolo junto a SALINOR de entrada de caminhoneiros; 
  • Delimitação de enfermaria de isolamento no âmbito hospitalar; 
  • Divulgação em programa de rádio; 
Os próximos passos da gestão municipal incluem ações mais complexas que passam por investimento financeiro ainda mais arrojados. Como por exemplo, a aquisição de equipamentos de maior complexidade (respiradores, monitores cardíacos, desfibriladores, umidificador).

O prefeito informou aos vereadores que a partir desta hoje, terça (24) o município terá uma barreira sanitária para constatação de possíveis pessoas contaminadas que serão orientadas pela área de saúde do município. As reuniões com a câmara ainda terão continuidade. A expectativa é que o legislativo municipal também apresente suas contribuições para o enfrentamento ao COVID-19, se somando aos esforços que a prefeitura tem feito. 

O gestor municipal, solicitou à Câmara a devolução das sobras financeiras referentes aos repasses realizados pela prefeitura ao legislativo (duodécimo). Embora o momento não permita tempo para tomadas desse tipo de decisão, a presidente da câmara, Dyana Lira, não decidiu e pediu até a próxima reunião para se posicionar sobre o assunto.

O momento é de união. É preciso que todos estejam juntos por 1 só propósito, a seguração e assistência devida da população de Macau.