Macau: MP arquiva ação movida por vereador que acusou prefeito de uso de dinheiro público em carnaval

11 de fevereiro de 2020 | _
O prefeito Tulio Lemos recebeu a informação que denúncia protocolada na Procuradoria Geral de Justiça do RN, órgão máximo do Ministério Público Estadual, de 2018 movida pelo vereador Emmanuel Klécio Kekel, fora arquivada após o órgão realizar vastar investigação e ter constatado que não houve por parte da prefeitura quaisquer irregularidade.

O vereador Kekel alegava na denúncia que prefeito de Macau, Túlio Lemos, teria utilizado dinheiro público para custear a realização do carnaval daquele ano.

A denúncia deu início a uma investigação do MP, que após analisar vários documentos como cópia de recibos e extratos bancários (de empresários e da Prefeitura), concluiu que o carnaval foi custeado exclusivamente com dinheiro privado. Baseado no processo investigatório criminal n. 035/2019, o Procurador Geral de Justiça, Eudo Rodrigues Leite, decide pelo arquivamento do caso.

O Prefeito Túlio Lemos recebeu o comunicado de arquivamento com naturalidade. “O arquivamento de uma investigação feita pelo órgão máximo do MP reforça duas coisas: a primeira demonstra que a Prefeitura, ao contrário do passado, trabalha respeitando a legalidade e o dinheiro público; segundo, mostra que a verdade sempre vai prevalecer sobre a onda de denuncismo que parte da oposição alimenta nas redes sociais”