Congresso promulgou hoje a Reforma da Previdência, coroando a festa dos ricos

13 de novembro de 2019 | _
Hoje o Congresso faz a promulgação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da Reforma da Previdência, para ser publicada no Diário Oficial da União. A partir desta promulgação, a casta política, do judiciário e todos empresários tem na legislação a garantia de uma das maiores retiradas de direitos contra a população e selam seu compromisso em tentar fazer a maioria de nosso povo ter que trabalhar até morrer, enquanto eles seguirão se aposentando cedo e com grandes fortunas.

As mudanças carregam uma enorme discriminação de gênero e racial para aprofundar a exploração capitalista. Para as mulheres, que em sua maioria são negras e ocupam os postos de trabalho mais precários, as novas regras para acesso à aposentadoria exigirá idade mínima de 62 anos e período obrigatório de contribuição de 15 anos. Os requisitos para os homens serão idade mínima de 65 anos e período de recolhimentos de 15 anos, para aqueles que já estão na ativa, e de 20 anos para quem começar a contribuir depois da Reforma.

O novo sistema é cruel com a nossa juventude, que pelas desigualdades sociais profundas e inerentes ao capitalismo, começam, em sua maioria, a trabalharem muito cedo, ocupando postos de trabalho mais precários na cidade e no campo.