Fim da pesquisa: governo corta 5 mil bolsas da Capes e não concederá mais nenhuma em 2019

3 de setembro de 2019 | _
O Ministro da Educação Abraham Weintraub anunciou o corte de mais 5.613 bolsas de mestrado e doutorado. Com a medida do governo Jair Bolsonaro (PSL), nenhum outro novo pesquisador vai ser financiado neste ano.

Weintraub anunciou nesta segunda (2) o corte de mais 5.613 bolsas de mestrado e doutorado que estavam previstas para o orçamento deste ano de 2019. Com a medida do governo Jair Bolsonaro (PSL), a Capes anunciou que nenhum outro novo pesquisador vai ser financiado neste ano. Este é mais um passo decisivo no desmonte da educação e no investimento na pesquisa brasileira. Ao Estado de São Paulo, Weintraub anunciou:

O novo corte representa o não investimento de mais R$ 37,8 milhões neste ano. A Capes teve R$ 819 milhões de seu orçamento contingenciado neste ano, ou 19% do valor autorizado. No primeiro orçamento feito pela atual gestão, para 2020, a Capes perdeu metade da verba, que de R$ 4,25 bilhões neste ano passou para R$ 2,20 bilhões em 2020.