Bolsonaro fala nesta terça na ONU

24 de setembro de 2019 | _
Na sexta (20) de setembro os médicos que tratam de Jair Bolsonaro o examinaram em Brasilia e decidiram liberá-lo para viajar a Nova York. O ultradireitista continua se recuperando da cirurgia de uma hérnia abdominal.

Na mesma sexta-feira milhões de manifestantes saíram às ruas de mais de 150 países em protesto contra o aquecimento global e como forma de pressão sobre os líderes globais, nas vésperas da Cúpula de Ações Climáticas da ONU na segunda dia 22 em Nova York.

O Brasil não se pronuncia na reunião, encabeçada pelo português Antônio Guterrez, secretário-geral das Nações Unidas, pela simples razão de não ter enviado nenhuma proposta relacionada ao tema.

Nesta terça acontecerá a abertura do novo período da Assembléia Geral de la ONU. Por tradição, cabe ao presidente brasileiro o discurso inaugural. Será uma oportunidade de ouro para Bolsonaro expor ao mundo sua visão sobre o que acontece no Brasil, com ênfase na questão da Amazônia.

Nos últimos dias fontes do governo falaram à imprensa sobre alguns dos temas que serão abordados: defesa intensa da soberania nacional, aclarações sobre a situação ambiental e as medidas de proteção adotadas, e, ao mesmo tempo, críticas contundentes a Cuba e Venezuela.