Um presidente e sua incapacidade de construir discurso coerente

18 de agosto de 2019 | _
Especialistas franceses analisam a linguagem do presidente. O presidente em resposta a um questionamento de um jornalista sobre maneiras de preservar o meio ambiente, disse que bastava "fazer cocô dia sim, dia não".
Especialistas temem que a normalização dessa linguagem "crua" tenha consequências para a legitimidade do país, tanto no cenário internacional quanto no nível das instituições democráticas no Brasil. (RFI, França) POR CARLOS EDUARDO SILVEIRA