Merval Pereira: pimenta nos olhos dos outros é refresco

25 de agosto de 2019 | _
O jornalista Merval Pereira, que fez campanha pela prisão política de Lula, protagonizada pelo juiz Sergio Moro e seu pupilo Daltan Dalagnol na Lava Jato, uma verdadeira fraude eleitoral que resultou na eleição de Jair Bolsonaro e que vem sendo agora desmistificada na Vaza Jato..

Pois, bem! o jornalista teve hoje que se explicar como recebeu R$ 375 mil do Senac (instituições S) financiadas pelo governo para sustentar "empresários" e cobrar do cidadão valores exorbitantes por seus cursos  – após denúncia feita nas redes sociais pelo próprio Bolsonaro, neste domingo (25) em sua coluna Merval disse que o valor se refere a 13 palestras – e não apenas uma

Quando o ex-presidente Lula, o político mais popular da história do Brasil, que recebia convites para realizar palestras em todo o mundo, se tornou alvo de um processo de guerra judicial para ser preso e depois excluído da disputa presidencial de 2018, o jornalista Merval Pereira, do Globo, foi um dos protagonista da campanha midiática contra Lula.

Em julho de 2017, por exemplo, ele escreveu que Lula precisaria explicar suas palestras. "Quando bloquearam R$ 600 mil da conta corrente do ex-presidente Lula –  é espantoso alguém ter essa quantia em conta corrente.

Neste domingo, no entanto, é Merval quem tenta se explicar após ser acusado por Jair Bolsonaro de receber R$ 375 mil por uma palestra do Senac.

Pimenta nos olhos dos outros é refresco.