Câmara corta direitos do trabalhador e aumenta em 1 BI no fundo eleitoral

11 de julho de 2019 | _
A farra com dinheiro publico no governo Bolsonaro só mostra que nada mudou. Ao mesmo tempo em que se retiram do trabalhadores direitos, deputados se presenteiam com aumento do bolo partidário. Rodrigo Mais (DEM-RJ) e presidente da Câmara, defendeu ontem a ampliação do montante de recursos públicos destinados aos partidos para a campanha eleitoral de 2020. O parecer do deputado Cacá Leão (PP-BA), relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), prevê um aumento de R$ 2 bilhões no fundo eleitoral, para R$ 3,7 bilhões nas eleições municipais do ano que vem.

Parabéns aos políticos e aos babacas defensores dos cortes nas leis trabalhistas e de previdência.

Tiraram da previdência e puseram no fundo.