Greve contra reforma da Previdência afeta serviços de transporte no país

14 de junho de 2019 | _
A greve geral contra a reforma da Previdência programada para esta sexta (14) teve início com mudanças no transporte público do país. No início da manhã, o funcionamento do serviço foi parcial em pelo menos 5 capitais.

Linhas de ônibus não funcionaram em Natal, até às 08hs, nas demais capitais parte delas não funcionaram, São Paulo, João Pessoa, Curitiba, Salvador e Rio de Janeiro. No Distrito Federal, rodoviários decidiram não circular por 24 horas.

Ruas, avenidas e rodovias que dão acesso a cidades do litoral Norte da região Metropolitana de Natal, além de outras regiões do estado, foram interditadas em protestos realizados entre a madrugada e a manhã desta sexta (14). O principal bloqueio aconteceu no entroncamento das BRs-101 (Norte) e BR-406, a poucos metros da entrada da garagem da empresa de ônibus Guanabara. Uma greve geral foi convocada por sindicatos contra a reforma da Previdência e os bloqueios na educação.

A Polícia Rodoviária Federal intensificou o policiamento na região, e o tráfego só foi liberado por volta das 7h.