Tensão na Venezuela: Guaidó tenta derrubar Maduro e tomar o poder

30 de abril de 2019 | _
O líder autodeclarado da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou nesta 3ª feira (30.abr.2019) que está se unindo aos militares para dar início à chamada Operação Liberdade, visando “pôr fim à usurpação”. Guaidó, acompanhado do líder Leopoldo Lopez e de militares que o apoiam, dirigiu-se até a base militar de La Carlota, na capital Caracas.

Guaidó anunciou a ação pela manhã, em uma uma série de mensagens publicadas em seu perfil no Twitter por volta das 6h da manhã, no horário local (7h em Brasília):


  1. convocou militares – em vídeo, cercado de militares armados, Guaidó diz que “o 1º de maio começou hoje [30.abr]” e que está “chamando as Forças Armadas para acabar com a usurpação”. Afirma que “soldados que são valentes” foram à base de La Carlota;
  2. peración Libertad – é o nome da ação anunciada por Guaidó –que, segundo o líder, está em sua fase final;
  3. “vamos a la calle” – o líder oposicionista chama a população venezuelana para ir às ruas em protesto pelo governo de Nicolás Maduro e em apoio à operação. Diz que o “fim da usurpação é irreversível”.