STF revoga decisão de suspender entrevista com Lula

19 de abril de 2019 | _

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, revogou nesta quinta (18) a decisão do ministro Luiz Fux de suspender entrevistas com o ex-presidente Lula na prisão em Curitiba (PR). Elas haviam sido autorizadas através de liminar pelo ministro Ricardo Lewandowski.

Toffoli autorizou a Folha e outros veículos a gravarem com o ex-presidente, que está preso desde 7 abril de 2018. Lula foi condenado pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

A decisão foi antecipada pela jornalista Mônica Bergamo, uma das que fariam a entrevista na sede da PF (Polícia Federal) na capital paranaense. Em sua coluna na Folha, ela chamou a proibição de “censura”.