Promotores e procuradores de Curitiba tem acordo de R$ 6,8 BI com ODEBRECHT; dinheiro nas mãos de Dallagnol

2 de abril de 2019 | _
O escândalo não para. Depois de até a PGR ter visto problemas sérios no “acordo” da Lava Jato com o governo americano, que garantia R$ 2,5 bi da Petrobras para serem geridos pelos procuradores de Curitiba, a vergonha continua. Agora descobre-se que um acordo semelhante foi feito com a Odebrecht. E com valores ainda mais altos: R$ 6,8 bilhões irão parar nas mãos do MPF de Curitiba, “para que lhe dê a destinação que quiser”.

A bomba foi publicada há pouco pelo site especializado Consultor Jurídico. Leia aqui: https://bit.ly/2FT1Q1X

O tema será debatido em audiência pública solicitada pelo deputado federal Rogério Correia (PT-MG) no próximo dia 11, a partir das 9h, na Câmara Federal.

Estarão presentes o TCU, AGU, PGR, CNMP, FUP, entre outros, para debater os acordos no mínimo estranhos firmados pelos procuradores da Lava Jato, que estão garantindo bilhões à turma.