Macau não terá mais problema com falta d'água

14 de abril de 2019 | _
Em tempo ainda de comentar o caso da aquisição d'água em garrafões adquerida pela prefeitura de Macau de 66.332 pelo valor de R$ 331.664,80 o que dar R$5,00 por botijão d'água. O fato virou notícia nas ruas e redes sociais da cidade, assim como, na grande mídia estadual. Os comentários foram muitos durante a semana.

Questionam-se o consumo e valores.

Aqui ao lado da minha rua no mercadinho, compramos água mineral de de R$ 3,50. Isso significa que o mercadinho deve comprar essa mesma água por algo em torno de R$ 2,00.  Ai, vem a pergunta que não quer calar: como a prefeitura consegue comprar mais de 66 mil botijões por mais do dobro do mercadinho que deve comprar ai cerca de 100 por semana.

Uma informação do blog Cidade do Sal, afirma que em gestões anteriores, o consumo d'água mineral no mês em que mais se consumiu o liquido, chegou ao número de 1.800 unidades de garrafões. Já a previsão de consumo na administração do prefeito Tulio Lemos, com base nos números, a prefeitura irá consumir a partir de agora, 5.527 botijão de água mineral por mês.

Parabéns aos contratantes e contratados e quem se beneficiou com a aquisição, pois de cede não morrerá graças a prefeitura.