Governo cria pacote econômico com 4 frentes na tentativa de alavancar a economia

3 de abril de 2019 | _
O Ministério da Economia elaborou 1 pacote com 4 frentes para alavancar a economia brasileira. As propostas visam aumentar a produtividade do país e diminuir o índice de desemprego, que bateu os 12% no trimestre encerrado em fevereiro.

As informações foram divulgadas pelo jornal O Estado de S.Paulo na manhã desta quarta (3).

Os planos serão anunciados ao longo de abril. Foram planejados para ser colocados em prática dentro de 90, 180 e 360 dias.

Eis as frentes:

Simplifica: 50 medidas para desburocratização do setor produtivo;
Emprega Mais: qualificação dos funcionários. Utilizará 1 modelo conhecido como vouchers. Na prática, o governo oferecerá vales para as empresas e os trabalhadores que investirem em qualificação profissional;
Brasil 4.0: estímulo à modernização. Governo fomentará o uso de tecnologia nas empresas;
Pró-mercados: retirada de barreiras regulatórias para o melhor funcionamento do mercado. Os setores que passarão por ajustes regulatórios são: saneamento, propriedade de terras, óleo, gás, medicamentos, planos de saúde, bancos e comunicações

De acordo com o secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa –em entrevista para o Estado– o plano foi feito com base na demanda de associações representativas no setor produtivo.