Declaração machista de Bolsonaro é repudiada

28 de abril de 2019 | _
A afirmação de Jair Bolsonaro de que os turistas estrangeiros fiquem à vontade para vir ao Brasil “fazer sexo com uma mulher”, mas o país não pode ser  de turismo gay” foi repudiada em todas as partes do país e chamada de declaração de “sentença infeliz”, que “além de ofender profundamente a dignidade dos homossexuais, reduz as mulheres brasileiras à meros objetos sexuais” e reforça a mentalidade machista e misógina que resulta em altos índices de feminicídio e violência contra as mulheres.