Bolsonaro fala em ‘ponto final’, mas filho manipulador continua a atacar Mourão

23 de abril de 2019 | _
O porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, disse em pronunciamento nesta terça (23) que o presidente Jair Bolsonaro quer colocar 1 ponto final na discussão entre o seu 2º filho, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), e o vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

Segundo Rêgo Barros, contudo, o presidente sempre estará ao lado do filho: “Carlos foi um dos grandes responsáveis pela vitória nas urnas, contra tudo e contra todos”. Disse ainda que “Mourão é o subcomandante do governo e terá a consideração e o apreço do presidente”.

Carlos resolveu não atender o pedido de seu pai e usou o Twitter para provocar novamente o general Mourão. Pouco tempo depois da fala do porta-voz, Carlos afirmou que o vice é 1 “queridinho da imprensa”.

Na tarde dessa terça, em resposta a jornalistas, o vice comentou o caso e disse, endereçando ao vereador, que “quando 1 não quer, 2 não brigam”.

O filho do presidente também publicou hoje 1 vídeo de Mourão falando à imprensa sobre a crise na Venezuela. A gravação foi registrada em 25 de fevereiro de 2019 após o vice-presidente ter participado de reunião no Grupo de Lima, na Colômbia.

Mourão afirmou na gravação que a população venezuelana não deveria estar armada, pois isso poderia causar uma guerra civil no país. Segundo o vice-presidente, 1 conflito interno na Venezuela seria “horrível” para o continente.