Vereador "Sapo Cururu" troca oposição por situação aumentando a base de Tulio Lemos

29 de março de 2019 | _
Esquenta os bastidores da política macauense com adesões de vereadores ao governo Tulio Lemos. A notícia é quentinha e chega ao blog através de fonte fidedigna. O vereador já confirmado governista, não se achou dentro do bloco de "oposição", retornando para os braços do governo.

Silenciosamente colegas estão chamando o edil de vereador "Sapo Cururu", referência ao anfíbio que quando é chutado, volta sem cerimônia para os pés do seu agressor.

O vereador é o 1º a retornar à base do governo. Esse retorno demonstra 2 coisas: uma é a fraqueza do edil, a 2ª trata-se da falta de um LÍDER político.

Desde que o Caboré se afastou da política, o município ficou órfã de 1 líder, que mesmo ausente, ainda é o maior líder político de Macau.

Com sua ausência de fato, o Caboré deixou esse vacou.

Seu afastamento fez sapos e gafanhotos imaginarem que são líderes, 1 ledo engano.

O vereador, assim como os colega, são figura inexistente no cenário político da cidade. Na câmara com há muitos doblês e o que apurei antes de construir este post, é que o prefeito continua de braços abertos a outros.

O grupo do prefeito que tem verdadeira antipatia pelo edil, principalmente quando ele mudou de lado e tido como traidor, vai fazer declaração em defesa do governo.

Curiosos?

O edil que retorna ao governo é o vereador Carlinhos Estudante, ou Valadão, o mais novo aliado de Tulio Lemos.

O outro edil ainda não confirmou, vamos aguardar.

Carlinhos inclusive já entregou os cargos da Câmara.