Bolsonaro divulga no twitter cenas de perversão durante carnaval e internautas criam hashtag de impeachment

6 de março de 2019 | _
O presidente Jair Bolsonaro divulgou 1 vídeo na noite desta terça (5) em sua conta no Twitter com cenas de nudez e conteúdo sexual. Segundo ele, as imagens foram filmadas em 1 bloco de Carnaval de rua. Às 23h20 a postagem tinha ao menos 1 milhão de visualizações.

O presidente disse que não se sente “confortável” em mostrar, mas que precisa “expor a verdade” para a população. De acordo com ele, a cena é comum na festa dos confetes .

Mas, o que parecia apenas uma demonstração de repudia do presidente através do postou em seu perfil de 1 vídeo pornográfico para denunciar o que considera hábitos comuns no Carnaval.

Eis que internautas criam 1 fato novo. Criaram pedido de impeachment através da hashtag #ImpeachmentBolsonaro”.

A hashtag começou a entrar nos trending topics do Twitter e logo ficaria em primeiro lugar no Brasil e, depois, no mundo.

Baseado na lei que define os crimes de responsabilidade – a mesma que derrubou Dilma Rousseff.

Art. 2º Os crimes definidos nesta lei, ainda quando simplesmente tentados, são passíveis da pena de perda do cargo, com inabilitação, até cinco anos, para o exercício de qualquer função pública, imposta pelo Senado Federal nos processos contra o Presidente da República ou Ministros de Estado, contra os Ministros do Supremo Tribunal Federal ou contra o Procurador Geral da República.

Ocorre que entre esses crimes, está “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”.

Internautas viram aí a brecha para pedir o impeachment de Bolsonaro.

O blog #hashtag, da Folha, fez uma coletânea dos posts indignados com o presidente,