Brasil será 1 braço americano na América Latina

19 de março de 2019 | _

Várias lideranças políticas do país estão atônitas com a visita de Jair Bolsonaro aos Estados Unidos. Numa postura de total submissão, o presidente aceita abrir mãos de vistos aos norte-americanos sem reciprocidade para os brasileiros, faz discursos toscos e piadinhas homofóbicas. Uma postura bem diferente dos presidentes que lhe antecederam nas viagens àquele país.

Na espécie de acordo divulgado no pronunciamento de ambos estão expressas pequenas concessões relegadas ao Brasil em troca do papel muito maior que o país pode cumprir como instrumento dos interesses imperialistas estadunidenses no continente.

Trump declarou que pretende designar o Brasil como um aliado fora da OTAN, chegando ao ponto de cogitar incorporar o país dentro da aliança militar que funciona como fantoche e garantidora dos interesses geopolíticos norte-americanos.