TRE suspende análise de contas de filiada ao PSL

14 de fevereiro de 2019 | _
A Procuradoria Eleitoral justificou o pedido informando que recebeu denúncia sobre suposto esquema de destinação de recursos do Fundo Partidário para empresas que pertenceriam a assessores do atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, presidente do PSL em Minas

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) suspendeu, a pedido da Procuradoria Regional Eleitoral do Estado, o processo de análise das contas de campanha em Minas Gerais apresentadas pela candidata a deputada estadual derrotada Débora Gomes da Silveira, do PSL.

 A Procuradoria Eleitoral justificou o pedido informando que recebeu denúncia sobre suposto esquema de destinação de recursos do Fundo Partidário para empresas que pertenceriam a assessores do atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, presidente do PSL em Minas.