Ministro não aceitou estatal e foi convidado à sair do governo

15 de fevereiro de 2019 | _
Gustavo Bebianno foi convidado pelo presidente Jair Bolsonaro a ocupar a diretoria de uma estatal, mas não aceitou e deixará o cargo de ministro, 2º O Globo a informação veio de auxiliares do presidente.

Ainda 2º o jornal carioca, porém, esses auxiliares ponderaram que o assunto continuará sendo tratando no fim de semana pelo governo.

A permanência de Bebianno no governo tinha sido costurada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, mas Bolsonaro não ficou satisfeito.

Ao longo da semana, Bebianno tentou ser recebido por Bolsonaro diversas vezes, mas vinha sendo ignorado. Nesta tarde, o presidente, finalmente, resolveu atendê-lo. Em um primeiro momento, a conversa teve a participação do vice-presidente Hamilton Mourão, de Onyx e de Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional. Ao final, o ministro e o presidente se reuniram sozinhos em um diálogo ríspido, com ataques de ambos os lados.