Mais uma tragédia no país; 10 jovens tiveram suas vidas ceifadas em CT do Flamengo

8 de fevereiro de 2019 | _
Até quando o país terá que conviver com as irresponsabilidades das empresas e com a passividade da justiça e da fiscalização pública.

O Ministério Público do Trabalho do Rio (MPT-RJ ) e o Clube de Regatas Flamengo, travavam uma briga na justiça desde do ano de 2015. Por 4 anos o MPRJ tentava vencer na justiça a obrigação do clube em realizar melhorias no CT do Ninho do Urubu.

Agora, depois de 4 anos chegou a tragédia e certamente virão as melhorias. Os responsáveis pela tragédia deveriam ser presos. Hoje, logo após a tragédia que ceifou a vida de 10 jovens, o Ministério Público do Trabalho do Rio (MPT-RJ) anunciou a criação de uma força-tarefa para apurar as causas do incêndio ocorrido no CT.

Procuradora do MPT-RJ, Danielle Cramer será responsável por liderar a força-tarefa e detalhou como pretende atuar daqui para frente. Danielle deixou em aberto a possibilidade de um eventual pedido de bloqueio de bens do Flamengo para assegurar o pagamento de indenização às famílias.