Jurídico de Lula vai recorrer contra decisão

7 de fevereiro de 2019 | _
O advogado Cristiano Zanin, responsável pela defesa do ex-presidente Lula, divulgou nota onde afirma que a sentença da juíza Gabriela Hardt condenando Lula a 12 anos e 11 meses no processo do sítio de Atibaia desconsiderou provas, atenta contra parâmetros jurídicos e usa as leis para promover perseguição política. Zanin informa que recorrerá contra a sentença e dará ciência ao Comitê de Direitos Humanos da ONU de que, novamente, o julgamento não foi “justo, imparcial e independente”.