Pronuciamento de Temer em vídeo de 1 minuto custou aos cofres R$ 100 mil

14 de janeiro de 2019 | _
O governo federal sob Michel Temer gastou R$ 100.000 com a gravação de 1 único pronunciamento do ex-presidente. No vídeo, exibido em comemoração ao dia da Proclamação da República (15.nov.2018), o emedebista fala por menos de 4 minutos.

Para dirigir a peça, foi contratado o cineasta Bruno Barreto, conhecido por filmes como Dona Flor e Seus 2 Maridos (1974), O Que É Isso, Companheiro? (1997) e Última Parada 174 (2008).

Segundo o Planalto, a escolha foi feita por tratar-se de 1 cineasta “conhecido internacionalmente por filmes que retratam a realidade brasileira”. A ideia é que gravação fosse feita de “uma maneira descontraída, mas íntima e, por isso, mais humana” e fotografia tivesse qualidade “de cinema, com mais contraste, simulando a luz do dia natural”