Paradoxalmente, Bolsonaro reduziu em R$ 8 o aumento do salário mínimo e dar R$ 250 aos mais abonados

4 de janeiro de 2019 | _
O presidente Jair Bolsonaro começa bem tirando do pobre e dando aos ricos. A turma de finanças do novo governo liderados por Paulo Guedes, depois de anunciar R$ 8,00 a menos na conta do trabalhador ou aposentado que recebe salário igual ao mínimo, agora prepara-se para anunciar que vai diminuir o teto da alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física, de 27,5% para 25%.  Um acréscimo de R$ 250 reais no bolso desse contribuinte.

A notícia é ótima, para uma classe que recebe acima de R$ 10 mil, enquanto que para quem recebe 1 salário amarga as medidas do governo que aos poucos na pratica vai mostrando para o que veio. Prestigiar a classe dominante.