Fake News: Notícias de que homem que esfaqueou cãozinho foi morto a facadas é falsa

17 de janeiro de 2019 | _
É falsa a notícia de que o homem que aparece um 1 vídeo esfaqueando um cãozinho foi morto a facadas por justiceiros que haviam lhe ferido com 50 vagadas. A notícia foi dada primeiramente pelo site O Congresso, e não passa de uma fake News.

De acordo com o que se sabe até agora, o agressor do cachorro é mexicano e, de acordo com investigações da Polícia, estaria foragido nos Estados Unidos. Uma recompensa está sendo oferecida para quem der conta do paradeiro do marginal foragido no valor de 2,3 mil.

No México, estão oferecendo 60 mil pesos por informações de seu paradeiro de Gerardo Herrera (36) anos. Em entrevista a uma rede de televisão, 1 homem chamado Gerardo Augustin Herrera Cruz disse estar sendo ameaçado de morte, mas que o verdadeiro agressor não é ele e, sim, seu meio-irmão .

O site que inventou essa mentira usou uma foto de um corpo dentro do porta malas de um carro branco. No entanto, a imagem foi surrupiada do site Patrocínio Online, de uma notícia real que falava sobre o corpo de 1 homem encontrado morto no porta malas de um carro na cidade de Araguari (MG). O crime ocorreu em maio de 2017. (fonte e-farsas).


Assim como, o vídeo que viralizou na internet, a notícia com a morte do homem morto também corre com rapidez nas redes e está deixando sites e timeline espalhadas pelo mundo de calças curtas.

A notícia afirmando que o homem que esfaqueou um cachorro foi encontrado morto com “mais de 50 facadas” é falsa!