Decreto de Bolsonaro indica quem poderá usar armas de fogo

13 de janeiro de 2019 | _
Decreto que libera porte de arma no governo Bolsonaro será direcionado não para o cidadão de bem, mas para ricos.2º o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), uma versão preliminar do decreto que provavelmente seja amanhã, segunda (14) pelo presidente Jair Bolsonaro, o cidadão que pensar em adquirir uma arma de fogo, terá que ter em sua casa, um cofre, neste caso, para quem  convive em casa com crianças, adolescentes ou pessoas com deficiência mental.

Cada interessado poderá ter até 2 armas em casa.

A partir da compra da arma até sua licença, o cidadão terá gasto cerca de R$ 10 mil.

As mudanças não envolvem o porte, que permite uma pes­soa andar armada na rua.

Os valores limitam e filtram a classe entre os interessados que poderão comprar  arma de fogo.