PF desarticula organização criminosa na Grande Salvador; cumpre 17 mandatos de prisão

4 de dezembro de 2018 | _
Agentes da Polícia Federal cumprem cerca de 17 mandados de prisão temporária e nove mandados de busca e apreensão em Salvador. De acordo com o órgão, o objetivo é desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas com atuação principalmente na Região Metropolitana de Salvador.

Os mandados foram expedidos por comarcas de Salvador, Lauro de Freitas, Itaparica e Jequié.

A investigação teve início em 2016 e identificou uma organização criminosa integrada por traficantes, sobretudo de origem estrangeira, que atuavam em Salvador com o intuito de enviar drogas com um alto grau de pureza para o exterior. Quase todos os investigados já possuem antecedentes criminais por tráfico de drogas e muitos deles continuaram atuando ilicitamente mesmo estando presos ou cumprindo medidas judiciais alternativas.

Um dos principais investigados presos nesta manhã é um brasileiro criado na Itália ex-integrante da Cosa Nostra, a máfia siciliana, originária do sul daquele país, e parceiro de Tommaso Buscetta, um dos seus mais conhecidos membros. Daí o nome da operação, Sicília.

Conforme apurado, o preço amealhou o patrimônio superior R$ 5 milhões, que, suspeita-se, seja decorrente de suas atividades ilícitas, especialmente o tráfico de drogas e a lavagem de dinheiro.