Partidos se fudem devido a cláusula de barreira

2 de dezembro de 2018 | _
Podemos e PHS se juntam neste mês; PC do B e PPL anunciam no domingo

As siglas que não atingiram a cláusula de desempenho avaliam fusões. A estratégia é para manter o recebimento de recursos partidários a partir do próximo ano.

As negociações já estão avançadas entre PC do B e PPL, que anunciam a união neste domingo (2) e entre Podemos e PHS, que devem se fundir ainda no começo de dezembro.

Na eleição de 2018, a cláusula é de no mínimo 1,5% dos votos para deputado federal em todo o país. Também é necessário pelo menos 1% dos votos distribuídos em no mínimo 9 Estados. As siglas que elegerem 9 deputados federais distribuídos em 1 mínimo de 9 unidades da Federação também cumprem o dispositivo.

Até 2030, a cada disputa, esses requisitos vão aumenta.