Onyx abandona entrevista após pergunta sobre ex-assessor de Flávio Bolsonaro

7 de dezembro de 2018 | _
O futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, se irritou com perguntas de jornalistas sobre a transferência de R$ 24.000 da conta de 1 motorista do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) para a futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e abandonou uma entrevista à imprensa nesta sexta (17).

Após 1 evento do grupo Lide, em São Paulo, Lorenzoni falou com jornalistas. Foi questionado com insistência sobre o relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) apontando movimentações financeiras atípicas no valor de R$ 1,2 milhão na conta do ex-assessor e ex-motorista de Flávio Bolsonaro, de janeiro de 2016 a janeiro de 2017.

O documento é fruto do desdobramento da Operação Furna da Onça, ligada à Lava Jato no Rio.

Onyx afirmou que queriam misturar o governo Bolsonaro com o governo do PT. Foi aí que ele se irritou, questionando quanto ganhava 1 dos repórteres e abandonou a entrevista.

“Eu lá sou investigador? Qual é a origem do dinheiro? Quando o senhor recebeu este mês? Não tem cabimento essa sua pergunta”, disse o ministro. “Um milhão eu não recebi”, respondeu o repórter.

Assista abaixo a cena registrada pelo repórter Pedro Durán, da rádio CBN e publicada no Twitter: