Deputado projeta fortes embates em 2019 para defender trabalhadores

29 de dezembro de 2018 | _
Com a eleição de Jair Bolsonaro para a Presidência da República, a expectativa é que 2019 seja um ano de muitos embates e resistência para impedir que retrocessos, sobretudo, para os trabalhadores brasileiros aconteçam.

Para o líder da bancada comunista, deputado Orlando Silva (SP), 2018 encerra, definitivamente, o ciclo democrático aberto com a primeira eleição de Lula, em 2002. Segundo Orlando, o período de conquistas e mais garantias de direitos sociais teve seu primeiro golpe em 2016, com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. De lá para cá, o país vem se aprofundando numa agenda ultraliberal, que promete ter seu ápice na gestão Bolsonaro.