Acusações nas redes sociais entre ex-vereadores vai acabar na justiça

4 de dezembro de 2018 | _
Discussão entre os ex-vereadores de Natal, Júlio Protásio o Renato Dantas (primo), trás a publico acusações de corrupção e envolvimento com o SETURN, de um lado Protásio acusa o Primo Renato de ter comprado 2 aviões com dinheiro do SETURN de outro, além de negar que tenha recebido propina do órgão, o Primo declara que Julio Protásio se vendeu a próprio Renato por R$ 5 mil, para lhe dar o voto para presidente da câmara.

2º Renato ele comprou Julio se vendeu por esse valor irrisório, em seu apartamento e teria contado o dinheiro na varanda e saido feliz da vida com o mesmo embrulhado num saco. Que vergonha hein!

Renata ainda diz que Protásio será interpelado judicialmente para provar que comprei dois aviões com dinheiro do SETURN e que recebo ‘benefícios’ do prefeito Álvaro Dias.

Veja o que diz o ex-vereador Renato Dantas:

"... Mas, sobre compra de vereador, quem conhece mesmo deste assunto é o ex-vereador Júlio Protásio. Júlio antes de assumir o mandato de vereador, já me procurou querendo se vender. Ele realmente é especialista na questão. Este fato ocorreu no mês de dezembro de 2004 quando disputava à reeleição da Presidência da Câmara Municipal e comprei o voto do vereador eleito Júlio Protásio por R$ 5 mil para ele votar na minha candidatura.
Quem comprou o vereador Júlio Protásio foi eu, e comprei por muito pouco por que ele não vale muito, apenas R$ 5 mil, ele contou o dinheiro na varanda do meu apartamento e saiu com a mufunfa num saquinho feliz da vida e posteriormente declarou seu voto à minha candidatura".