Mensagem racista em peça publicitária do Chester associa família negra a pobreza

30 de novembro de 2018 | _

A cada Chester vendido, a Perdigão promete doar outro para “uma família que precisa”. Apesar da causa nobre, o comercial de divulgação da campanha cai no lugar comum de representar pessoas negras como a “família que precisa” na ceia de Natal e, por outro lado, atribuir a virtude da caridade a uma família branca.

Por que a peça publicitária reflete as estruturas racistas da sociedade brasileira, em que os negros são automaticamente associados à condição da pobreza enquanto que a família branca tem sempre que ser abastada e generosa?