Paulo Guedes quer autonomia do BC já em novembro e conta com Ilan Goldfajn

25 de outubro de 2018 | _
O economista Paulo Guedes deseja acabar com a incerteza do mercado todas as vezes que é eleito 1 novo presidente da República. Se depender de Guedes–já indicado para assumir o superministério da Economia se Jair Bolsonaro for eleito presidente– será aprovada uma lei de independência política e administrativa para o Banco Central ainda em novembro de 2018, com mandato de 4 anos para o chefe da autarquia.

Nesse modelo proposto por Guedes, caberia a Ilan Goldfajn ficar mais 2 anos para completar 1 mandato à frente do BC. Isso coincidiria com a metade do eventual governo Bolsonaro.