Médicos não liberam Bolsonaro para debates

10 de outubro de 2018 | _
Na manhã desta quarta (10), o candidato ao Planalto pelo PSL, Jair Bolsonaro, foi submetido a uma nova avaliação médica e, segundo a equipe que o acompanha após a alta, ainda não está liberado para participar de debates na TV e fazer campanha nas ruas.

Na próxima semana, Bolsonaro deve ir ao hospital para nova avaliação. Poderá, então, ser liberado para participar dos programas.

“Ele não pode fazer viagens, não pode fazer atividade física mais prolongada. Tem de ter um repouso relativo para a recuperação final dentro de casa. Ele pode sair de casa por períodos muito curtos. Ele tem o desejo de participar da campanha, mas no momento ainda não é recomendado”, disse o cirurgião Antônio Luiz Bonsucesso Macedo.

Macedo, contou que o candidato não tem mais inclusão de ferro, não recebe mais antibiótico na veia e nem utiliza mais o home care do hospital. Sobre a retirada da bolsa da colostomia, Macedo afirmou que ela pode ser retirada a partir de 3 meses da cirurgia, que ocorreu no dia 12 de setembro. “Ele vai escolher a data. Essa cirurgia é muito mais simples e a recuperação é de duas semanas”, disse.

Segundo o clínico cardiologista Leandro Echenique, outro profissional que acompanha Bolsonaro, o candidato perdeu muita massa magra, aproximadamente 15kg, e ainda está fraco. Echenique disse que a partir de agora o militar obedecerá uma dieta protéica de recuperação.

A consulta foi realizada na casa do candidato, localizada na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.