Grupo Reviver estende multirão de mamografia até novembro

29 de outubro de 2018 | _

Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca), é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento. 

De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), 60 mil novos casos de câncer de mama entre mulheres no Brasil. O Rio Grande do Norte possui uma taxa estimada de 44,06 casos para cada 100 mil mulheres. 

Em 2018

Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca), é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. 

Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento. De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), 60 mil novos casos de câncer de mama entre mulheres no Brasil. 

O Rio Grande do Norte possui uma taxa estimada de 44,06 casos para cada 100 mil mulheres. Em 2018 O Grupo Reviver vai estender o mutirão de mamografias gratuitas com a Unidade Móvel Savana Galvão em novembro. Desde o dia 8 de outubro, já foram realizados 1.470 exames em Natal e Mossoró. 

Os locais serão informados sempre com uma semana de antecedência. De 6 a 9 de novembro, a unidade móvel estará em frente à Policlínica Dr. Zeca Passos, na Ribeira. O público alvo são mulheres a partir dos 40 anos e que serão beneficiadas com a realização gratuita de um dos mais eficazes exames para a detecção do câncer de mama. 

Para participar do mutirão de mamografias, as mulheres a partir dos 50 anos devem apresentar os originais e cópia da identidade, cartão do SUS e comprovante de residência, para aquelas entre 40 e 49 anos, é necessário levar também a requisição médica do exame. As fichas serão distribuídas sempre a partir das 7 hs, com atendimento das 8h às 18h. Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca), é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. 

O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.

De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), 60 mil novos casos de câncer de mama entre mulheres no Brasil. O Rio Grande do Norte possui uma taxa estimada de 44,06 casos para cada 100 mil mulheres.