Dólar amanhece em queda nesta segunda, 29 pós eleição de Bolsonaro

29 de outubro de 2018 | _
O dólar opera em queda nesta segunda (29), após Jair Bolsonaro (PSL) ser eleito presidente do Brasil e o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes, dizer que a prioridade será a reforma da previdência.

Às 10h26, a moeda norte-americana caía 0,45%, vendida a R$ 3,6368. Veja mais cotações.

A moeda chegou a ser negociada a R$ 3,5823 no início da sessão. Desde maio, a moeda não era negociada abaixo de R$ 3,60 - no dia 10 daquele mês, o dólar fechou em R$ 3,5461.

Em seu discurso após ser declarado vitorioso, Bolsonaro prometeu respeitar a Constituição, fazer um governo democrático e unificar o país, além de defender compromisso com a responsabilidade fiscal.

Paulo Guedes declarou que buscará zerar o déficit fiscal, fazer a reforma da previdência e do Estado, acelerar as privatizações, simplificar e reduzir impostos, além de eliminar encargos e impostos trabalhistas sobre a folha de pagamentos - medidas bem vistas pelo mercado.