Eleições 2º turno: justiça brasileira se rende a famosa e TSE marca coletiva pra dar explicações

19 de outubro de 2018 | _
A atriz Sonia Braga, naturalizada norte americana mora há décadas nos EUA  cercada de seguranças mora em casa sem muro, e dar uma de brasileira conhecedora dos problemas locais. Ela deve ter ficado doida, assim como, esse povo do cinema. Braga diz que o problema do Brasil são os ricos, mas ela é rica. Critica o que a maioria do povo quer, fica difícil, defender quem está fora da realidade nacional.

A atriz ainda pressiona o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a ponto da ministra convocar uma coletiva de imprensa nesta sexta (19) para explicar as medidas que serão adotadas em vista das acusações de fraude no primeiro turno das eleições.

Rosa Weber se pronunciará ao lado do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), general Sérgio Etchegoyen e da procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Tudo isso depois do vídeo gravado pela atriz Sonia Braga, que pediu uma posição do TSE a respeito do crime eleitoral cometido pela campanha de Jair Bolsonaro.

Ela deveria se preocupar com o Trump. O Baril se tornou mesmo um país sem dono.